Mulheres no Afegão

Os afegãos viveram no Afeganistão durante milhares de anos. A partir do século XIX e ao longo do século XX, os governantes do Afeganistão tentaram diminuir as restrições das mulheres no país.  A reforma social moderna para as mulheres afegãs começou quando a rainha Soraya tentou melhorar a vida das mulheres e sua posição na família. Ela era a única mulher a aparecer na lista de governantes no Afeganistão e foi creditada por ter sido uma das primeiras e mais poderosas ativistas afegãs e do mundo muçulmano.

O Afeganistão continuou a ser um país dominado por tribos e os homens continuaram a ter controle total sobre as mulheres.

As recentes informações noticiam que após a tomada do poder pelo Talibã, ainda há muito o que se discutir sobre a posição da mulher.

A história da conquista das mulheres é o tema do nosso próximo Congresso.

 

Não deixe de participar. Você é o nosso convidado!

 

DIA: 21/09/2021 às 19h

 

Confirmadas as participações:

Alice Bianchini: Graduada em Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina (1990), mestrado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutorado em Direito pela PUC-SP. Atualmente é professora da Universidade do Sul de Santa Catarina, professora e parecista da Rede de Ensino Luiz Flávio Gomes - REDE LFG, na qual também desenvolve a função de Coordenadora Geral dos cursos de Especialização TeleVirtuais. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal, atuando principalmente nos seguintes temas: violência doméstica, política criminal, Lei de Drogas e Direito penal econômico.

Fabiana Dal Mas Paes: Promotora de Justiça do MP-SP, membro do Ministério Público Democrático, mestre em Direitos Humanos pela UNSW (Austrália) e vice-presidente da ABMCJ-SP.

Mariana Serrano: Doutoranda e Mestre em Filosofia do Direito pela PUC-SP. Professora de Direito Processual e Material do Trabalho, Direito Coletivo do Trabalho e Direito Sindical, Filosofia do Direito e Direito das Minorias; Coordenadora do Núcleo de Diversidade e Inclusão no Trabalho da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB/SP (2019 a 2021). Membra da Comissão de Direito Sindical da OAB/SP (2019 a 2021). Co-fundadora, Diretora de Atendimento a Vítimas e membra da Rede Feminista de Juristas - deFEMde (2016 a 2020). Cofundadora da Iniciativa Trabalho & Assédio. Cofundadora da Frente Ampla Democrática pelos Direitos Humanos - FADDH. Sócia Fundadora em Claro & Serrano Advocacia. Pesquisadora e advogada experiente no Direito das Famílias, das Mulheres e da População LGBTIA+ além de Direito Individual e Coletivo do Trabalho.

Maristela Basso: Professora de Direito Internacional da Faculdade de Direito da USP. Doutora em Direito Internacional (Ph.D) e Livre-Docente (Pós-Doutora-Post-Ph.D) em Direito Internacional pela Universidade de São Paulo. Integra a Lista de Árbitros Brasileiros do Sistema de Solução de Controvérsias do MERCOSUL e a lista de Painelistas especialistas em propriedade intelectual do Sistema de Solução de Controvérsias da Organização Mundial do Comércio - OMC. Integra também várias instituições e câmaras arbitrais no Brasil e no exterior, dentre elas a CAM/CCBC, onde também exerceu o cargo de Vice-Presidente.

GRATUITO
Disponível
SKU
congressomulheresnoafegao

Mais informações

Mais informações
Google Product Category 317
Brand MeuCurso
Copyright © 2013-presente Magento, Inc. Todos os direitos reservados.